A vida após o AVC

Para a maioria das pessoas que passam por um acidente vascular cerebral (AVC), voltar a vida normal exige cuidados especiais de reabilitação. A doença, conhecida popularmente como derrame cerebral, ocorre por causa do comprometimento do fluxo sanguíneo para o cérebro. O AVC pode afetar todo o organismo e trazer graves sequelas (paralisias, problemas de fala, de visão, de memória), ou até mesmo o óbito.

 

 

 

Após um AVC, ajudar o paciente a adaptar-se às suas dificuldades para realizar atividades cotidianas é imprescindível para sua recuperação. Depende, também, de tratamentos de reabilitação que auxiliam a reduzir as complicações da doença e melhorar a qualidade de vida do paciente. Alguns cuidados são importantes para aliviar os problemas da doença, como por exemplo, promover a estimulação sensorial do lado afetado e prevenir complicações musculares e articulares.

 

 

 

Além da idade, vários outros fatores de risco podem provocar o AVC, como: a hipertensão arterial, doença cardíaca, diabete, tabagismo, alcoolismo, colesterol elevado. Além, também, de outras doenças que acarretam o aumento da coagulação do sangue. É fundamental ter acompanhamento médico, o atendimento rápido pode proporcionar menos complicações aos pacientes e, consequentemente, uma melhor recuperação.  

30/09/2013
   |   Fonte: Equipe do Site

Instalações

Conheça as instalações disponibilizadas pelo Hospital.

fotoLateral