Compra de medicamentos apenas com receita médica

Farmácias de todo o país já estão regularizadas com a resolução nº 44/2010

 

Desde 2010 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) restringiu a venda de antimicrobianos em farmácias e drogarias de todo país. Hoje os medicamentos devem obedecer à mesma norma exigida aos remédios prescritos em Receituário de Controle Especial. A receita é emitida em duas vias: a primeira retida na farmácia e a outra via fica com o paciente ou comprador.

 

Com as novas regras, a receita de antimicrobianos passa a ter validade de 10 dias. Anteriormente os remédios poderiam ser vendidos em até 30 dias após a prescrição médica. Caso o medicamento não seja comprado no tempo estipulado, uma nova receita deve ser emitida pelo médico.

 

Segundo resolução da ANVISA, a partir de abril, os dados do estabelecimento que vendeu o produto, além do cliente e médico, serão armazenados no Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC). As exigências visam impedir a compra de antimicrobianos sem prescrição médica e a consequente automedicação da população, uma das principais causas da crescente resistência bacteriana.

21/10/2013
   |   Fonte: Equipe do Site

Instalações

Conheça as instalações disponibilizadas pelo Hospital.

fotoLateral