CONHEÇA OS ALIMENTOS QUE REDUZEM O COLESTEROL RUIM E PROMOVEM LONGEVIDADE

Uma dieta saudável para se viver mais e melhor, livre de problemas de saúde, deve estar associada à ingestão de alimentos que ajudam no bom funcionamento do coração. Quando aliada à prática de atividades físicas, a alimentação equilibrada é uma verdadeira arma contra as altas taxas de colesterol ruim (LDL) — grande vilão das doenças cardiovasculares — e tem ainda o poder de aumentar os níveis do colesterol bom (HDL).

 

Confira a seguir as dicas da nutricionista Sabrina Faria, supervisora de Nutrição do Hospital Santa Helena, sobre os alimentos que promovem a saúde desse órgão vital, como eles atuam no organismo e quantidade ideal de ingestão.

 

Chocolate meio amargo: auxilia na redução da pressão arterial, por ter uma classe de polifenóis, os flavonoides, que possuem propriedades antioxidantes e aumentam a produção de óxido nítrico, com ação de dilatação arterial. Deve-se, no entanto, evitar grandes quantidades, pois também possuem açúcares e gorduras que, em excesso, fazem mal ao sistema cardíaco. É recomendado 30g por dia.

 

Peixes: salmão e arenque. Esses peixes atuam como poderosos protetores do coração. Ricos em ácidos graxos ômega 3, evitam a formação de placas de gordura que obstruem as artérias. O salmão reduz o colesterol, combate os triglicerídeos, dissolve placas de gorduras, é eficaz no tratamento e prevenção do câncer de mama, além de apresentar baixo teor calórico.

 

Aveia: é uma ótima fonte de fibra, fácil de encontrar e de baixo custo, além de ser uma boa fonte de proteína, cálcio, ferro, magnésio, zinco, cobre, manganês, tiamina, folacina e vitamina E. O mecanismo de ação das fibras é unirem-se ao colesterol ruim (LDL) e o expelir do organismo.

 

Abacate: rico em gordura benéfica ao coração, o HDL. O ideal é ingerir um quarto da fruta três vezes por semana.

 

Linhaça dourada: rica em ômega 3, é responsável por evitar a formação de placas que obstruem as artérias. Ingerir duas colheres de sopa por dia.

 

Azeite de oliva extra virgem: com o teor de acidez menos ou igual a 0,5%, o azeite extra virgem é uma gordura monoinsaturada que faz bem ao coração: duas colheres de sobremesa ao dia bastam.

 

Amêndoa: rica em gorduras mono e poli-insaturadas, que não apenas reduzem o colesterol total como aumentam o níveis do colesterol bom, o HDL. A amêndoa, no entanto, é bastante calórica. Evite comer mais que um punhado por dia.

 

Espinafre: assim como outros vegetais folhosos, contém vitamina B9, ou ácido fólico. Estudos mostram que essa substância reduz os níveis de homocisteína no sangue, que, em grande quantidade, aumenta o risco de infarto e derrame.

 

Quinoa: rica em ômegas 3 e 6, substâncias que combatem o colesterol ruim e previnem doenças cardíacas. Inclua de três a quatro colheres de sopa no almoço ou jantar, pelo menos três vezes por semana.

 

Alho: melhora a circulação e previne a formação de coágulos de sangue. Ingerir de dois a três dentes por dia, crus, cozidos ou assados.

 

Para uma dieta equilibrada, lembre-se de procurar a ajuda de um nutricionista!

26/05/2014
   |   Fonte: Equipe do Site

Instalações

Conheça as instalações disponibilizadas pelo Hospital.

fotoLateral